Destrói Este Diário

08 novembro 2017

É certo e sabido que eu sou a pessoa mais cuidadosa com os meus livros: ai de quem os rasgue, risque, amachuque, e tudo e tudo que eu fico pior que estragada - se calhar é por isso que devem estar a achar estranho eu estar a falar-vos do Destrói Este Diário (Wreck This Journal). Não se preocupem, eu também acho.

Tudo começou com a minha wishlist de livros a comprar na Feira do Livro de Lisboa e o facto de ter andado a ver muitas ideias engraçadas sobre o que fazer com diversos Destrói Este Diário - ideias que me deixavam confortável e que não me faziam pensar que estava a estragar um livro só por estragar. Comprei-o lá por um preço irrisório. Mas, desde que o comprei que tem andado na minha prateleira à espera que eu ganhe coragem para o destruir. E isso ainda não aconteceu.


Gostava imenso de ter já páginas para vos mostrar, mas não tenho. Gostava de vos dar dicas de como fazer as vossas páginas, mas também não consigo porque ainda não fiz nenhuma. Gostava de vos mostrar que mesmo as pessoas que consideram os livros sagrados (points to self) conseguem fazer este desafio, mas até agora está-se a mostrar difícil.


Fica aqui o registo que tenho um Destrói Este Diário e que quero fazer os desafios que ele me propõe. Agora só me falta a coragem.

----
Também têm este livro? Que páginas já fizeram? Com que materiais? Partilhem as vossas ideias comigo.

9 comentários

  1. Estou exatamente na mesma situação. Comprei-o há uns anos e simplesmente não consigo "destruí-lo"

    ResponderEliminar
  2. Tenho o meu desde 2011 e ainda não o terminei!! Mas acho que isso só o torna ainda mais especial, porque foi acompanhando o meu crescimento e amadurecimento (como pessoa mas também na minha técnica para escrever, desenhar ou simplesmente ser criativa!). Confesso que, ao início, tinha o mesmo dilema que tu em relação a, efectivamente, “destruir” mas o que acabou por resultar comigo foi dar um jeito de contornar as tarefas destrutivas ou que não achava tão giras, por exemplo: uma das minhas paginas diz para fazermos uma lista de compras mas eu risquei a palavra compras e meti “wishlist”, portanto, agora, tenho uma página inteira de desejos desde 2012 (e é muito bom riscá-los e meter lá a data de quando aconteceram). A piada do livro é ser mesmo sem regras e fora da caixa, portanto, nunca tenho receio de “aldrabar” regras e tornar os desafios mais à minha maneira. Acabo por me afeiçoar ainda mais ao diário por isso mesmo :)

    ResponderEliminar
  3. Tenho precisamente o mesmo dilema que tu. Não comprei sequer o livro, não só porque sei ser muito pouco criativa, mas porque sei que não iria avante. Às vezes empresto livros ao meu namorado e eles voltam com as lombadas dobradas...

    ResponderEliminar
  4. Tenho alguma curiosidade para fazer um também :D

    ResponderEliminar
  5. Anuxa bora mase fazer um desafio para terminarmos o WTJ, Tenho o meu desde 2008, já começa a ser chato. E quero rnviar pelo correio e tal hehe

    ResponderEliminar
  6. tenho esse livro ha prai 2 anos e nunca fiz nada AHAHAHA

    https://rrriotdontdiet.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Tenho um destes diários acho que há 6 ou 7 anos e ainda não lhe fiz grande coisa. Só mesmo uns desenhos aqui e a li e umas colagens, nada mais.
    Tenho a certeza que, em breve, tanto tu como eu conseguiremos avançar com isto!

    Lena's Petals xx

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2017