O Último Adeus à Casa do Estoril

10 outubro 2017

Era uma vez uma casa no Estoril, a quinze minutos da praia e com vista (praticamente) desimpedida para a mesma que durante meses chamei de minha. Já lhe conhecia os cantos e as particularidades. Quem eram os vizinhos. Ao que cheirava o bairro. O caminho para tudo e mais alguma coisa.

Era uma vez uma casa no Estoril, onde através dela vivi as minhas primeiras experiências de estágio, de vida (ainda mais) adulta, períodos de frustração, cansaço extremo, choro de alegria e de tristeza, em que o quarto era a caixa-forte e os serões na sala eram passados a ver Morangos com Açúcar em repetição no Panda Biggs, a comer pizza e pouco confortáveis no sofá só porque fazíamos questão de estarmos coladinhos um ao outro o maior tempo possível - na altura era escasso.

Era uma vez uma casa no Estoril que me abriu imensas portas, que fez com que a vida em estágio tivesse sido bastante mais tranquila, ouviu muitas das minhas confissões às cinco da manhã quando às escuras tentava vestir-me e aprontar-me para apanhar os transportes de forma a estar no hospital às oito da manhã.


Era uma vez uma casa no Estoril que foi nossa e muitas vezes quase um parque de campismo para a quantidade de pessoas que ficavam a dormir no chão da sala. Nunca faltou nada (só luz uma vez) e criou boas memórias a todos.

Era uma vez uma casa no Estoril, a minha experiência de viver em Lisboa (se bem que nos arredores), que me fez aproveitar todo o tempo livre que tinha para fazer alguma coisa que gostasse e que me enriquecesse.

Era uma vez uma casa no Estoril, da qual nos despedimos no fim-de-semana. Em que a porta se fechou pela última vez. Mas agora esperam-nos outros vôos.

Até breve, Estoril.

4 comentários

  1. Quando se fecha uma porta abre-se uma nova janela! :)

    ResponderEliminar
  2. adorei o teu blog! ganhaste uma nova seguidora!
    passa no meu e diz o que achas!
    beijinhos

    https://eyeelement.blogspot.pt/2017/10/i-love-fall-shein-wishlist.html

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2017