O T2 em Lisboa (E Como Não Ser Burlado)

10 agosto 2017

Procurar casa é uma selva em que há cinquenta leões a uma presa todos na luta de encontrar alguma coisa digna para se viver a um preço decente e que não implique vender rins alheios para o resto da vida só para pagar a renda.

Como já devem saber divido o meu ano em temporadas em três sítios diferentes: Évora de Setembro a Fevereiro, Lisboa de Fevereiro a Julho e o Algarve de Julho a Setembro (e durante as férias de Natal e Páscoa e mudança de semestre). É aqui que entra Lisboa, os preços exorbitantes e nós à procura de um apartamento. Estamos no Estoril mas vamos sair de lá para uma zona mais central e temos andado à procura. O nosso orçamento é mais do que generoso mas a verdade é que as pessoas aproveitam-se.

No outro dia encontrei um apartamento perfeito, em Arroios, dentro do nosso orçamento e com tudo aquilo que andávamos à procura. Muito bem. Mandei e-mail a pedir mais informações e foi a resposta que recebi que me fez desconfiar. Depois percebi que estava prestes a ser vítima de burla. O apartamento não era bom demais para ser verdade por isso nem pensei que fossem fazer isso. Toda a gente avisa para termos cuidado com os arrendamentos de casas para férias mas o arrendamento de casas para viver por longos períodos também tem de ser tratado com cautela.

Mas como é que eu descobri que provavelmente era burla? O e-mail em si parecia inofensivo, mas vendo com mais atenção, haviam coisas que não batiam certo.


Ninguém dá nada a ninguém. E um apartamento numa zona central de Lisboa, todo mobilado e bem equipado e cujo preço da renda cobre todas as despesas? Desculpem, meus amigos mas isso já é demais. Sobretudo quando no anúncio não dizia nada disso.

Quando recebi este e-mail de resposta fui, instintivamente ao link do apartamento que tinha guardado e... o anúncio já não estava disponível. Na meia hora em que demorei a receber a resposta o anúncio foi eliminado. E isto fez soar todos os alarmes da minha cabeça.

Fui ao Dr. Google procurar onde ficava a rua da morada e, de facto ficava onde dizia... mas onde claramente um apartamento não custaria aquilo. E foi ai que encontrei este artigo da Renascença que fala sobre burlas no arrendamento das casas e onde reparei que o e-mail que recebi é muito parecido com o e-mail mostrado no artigo. E soube que, se tivesse estado mais distraída, se tivesse com muita urgência em arranjar casa (é alguma, mas não é desesperante) e se não tivesse feito todos os passos que fiz podia ter sido perfeitamente burlada.


Vamos resumir:
  1. Procurem só em sites fidedignos - mas sempre com cautela. Este apartamento foi encontrado num site fidedigno mas ainda assim escapou entre as frestas uma vez que esses sites têm também uma secção de um ou dois anúncios que não são verificados pelos agentes imobiliários;
  2. Peçam sempre mais informações ao anunciante seja por e-mail ou por telemóvel;
  3. Liguem ao anunciante e oiçam a voz, façam as vossas perguntas e exponham as vossas dúvidas mesmo que já tenham todas as informações que (acham que) precisam;
  4. Nunca - mas nunca - façam um pagamento adiantado sem terem visto o imóvel e sem garantirem que é legítimo;
  5. Pesquisem as imagens do anúncio no Google para verem se batem certo ou se foram roubadas de outro anúncio que não tem nada a ver;
  6. Nunca ir sem companhia ver o imóvel e avisar pessoas próximas da morada e dos contactos do anunciante - porque nunca se sabe, não é?
  7.  Se parecer bom demais... é porque é (esta é básica).
Entretanto continuamos à procura. Mas agora muito mais atentos!

11 comentários

  1. Anda meio mundo a tentar enganar a outra metade. Estas coisas deixam-me mesmo chateada! Aproveitam a boa vontade dos outros, até o desespero de encontrar onde viver, só para retirar daí dinheiro fácil. Que triste. É preciso estarmos sempre de olhos bem abertos.

    ResponderEliminar
  2. Eita jasus. Ando nesta busca (em modo soft) e agora fiquei com medo, minina!

    ResponderEliminar
  3. Imagino que seja um stresse procurar casa num local tão caro e com tanta procura.. e depois há sempre essas pessoas de má fé, shame!

    ResponderEliminar
  4. É só pessoas do mal :o Boa sorte para encontrares casa :)
    Beijinhos
    Volta & Meia
    Facebook

    ResponderEliminar
  5. Obrigada pela dica, é sempre bom para ficarmos (ainda mais) alerta!

    ResponderEliminar
  6. É ridículo o que esta gente faz por dinheiro! É preciso ter sempre mesmo muito cuidado, as pessoas aproveitam-se de tudo e todos hoje em dia :/

    https://filipa-goncalves.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Olá! :) Costumava acompanhar o teu blogue há uns tempos, mas andei "desaparecida" da blogosfera e redescobri-o agora graças à Sofia do A Sofia World. :)
    Realmente, não fazia ideia de que até existiam burlas deste género no mercado imobiliário, muito sinceramente... :/ Que horror. :(
    Obrigada por teres partilhado esta informação tão relevante e ainda bem que foste perspicaz e não caíste na armadilha!


    Estranha Forma de Ser Jornalista
    http://estranhaformadeserjornalista.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Infelizmente há muitas pessoas más... Eu comprei casa mas, ainda assim, tive todos os cuidados possíveis. Visitei várias casas e fiz todas as perguntas possíveis.

    Este ano queria, pela primeira vez, alugar uma casita para as férias fora daquelas que já conheço. Comecei a estranhar quando em montes de anúncios pediam adiantamentos e tive receio de ser burlada. Acabei por decidir ficar pelo que já conheço. Hoje em dia prefiro não arriscar!

    Boa sorte com a procura :)

    ResponderEliminar
  9. Andamos todos a procura de casa em Lisboa e de uma casa que não seja extremamente cara ( que parece uma missão completamente impossível) e há pessoas que aproveitam logo isso para enganar os outros! É uma tristeza :/ gostei das dicas!
    Adorei o teu blog! Estou a seguir! Gostava muito que me seguisses também ;) beijinho!


    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
  10. Até fico assustada só de pensar que para o ano terei de ir procurar apartamento para o Porto... Boa sorte na procura querida, e obrigada por este post!
    https://blog-flor-mar.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. Tenho estado mais atenta a rendas de casas e tenho-me apercebido do disparate que abunda por Lisboa por comparação com a qualidade de vida. Desejo-te sorte!

    Morar numa zona central deve ser um máximo!

    ❥ Biju da Ju,
    juvibes.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2017