A Tempo do Natal

Já referi imensas vezes neste blog que sou muito esquisita com relógios (e acessórios no geral). E também mencionei várias vezes que assim que encontro uma marca da qual gosto...sou bastante fiel. É isso que me acontece com a Daniel Wellington.

O primeiro relógio da marca veio cá para casa em dois mil e quinze. Poucos dias antes do meu aniversário e foi uma prenda de mim para mim. Achei que merecia e tem sido um companheiro fiel desde dessa altura.


Depois disso fiquei sempre com a pulguinha atrás da orelha e estive sempre atenta aos lançamentos. Algures no início deste ano a DW (já somos assim íntimas) lançou um relógio para homem pelo qual me apaixonei: ponteiros azuis turquesa, números romanos, indicador de data e isto junto com a combinação de bracelete castanha e mostrador rose gold fez-me suspirar. Não o encomendei apenas e só porque o mostrador era gigante e eu tenho pulsos finos.

Como esse amor não se concretizou acabei por deixar de visitar o site durante uns tempos só para não ter outro desgosto/paixão assolapada. Mas depois cheguei a uma altura em que pensei que merecia uma prenda de Natal de mim para mim: tenho tido boas notas, tenho conseguido manter a sanidade no meio da loucura que é este curso e tenho sido uma pessoa decente. E a Daniel Wellington entrou em contacto comigo novamente (alegria, alegria!). Não sei se foi destino, mas caiu muito bem! Fui ao site. E os meus olhos brilharam.


O relógio de homem pelo qual me tinha apaixonado? Agora havia a versão para mulher. Igualzinha. Só que mais pequenina e perfeita para o meu pulso. Depois disto acho que a DW também achou que eu tinha sido um ser humano porreiro e decidiu que em vez de um podiam ser dois. E eu não sabia do que ia à procura (até porque depois do meu desgosto - agora resolvido - não tinha estado sempre em cima do acontecimento) mas acabei por encontrar. Um relógio, com mostrador preto, bracelete preta com textura e os ponteiros a prateado. Desculpem mas sou fraca e não aguentei.

Continuam a não ser relógios propriamente baratos, mas um ano depois continuo a dizer que valem a pena. E estes que encomendei pertencem às novas linhas: a Dapper e a Classic Black.

A encomenda chegou há dias. Até desci as escadas a correr porque sabia exactamente o que era quando o carteiro me tocou à campainha da porta do prédio. São mais bonitos ao vivo do que nas fotografias. O Dapper St. Mawes  foi o meu primeiro amor destes dois e aquele pelo qual me enamorei primeiramente pelo modelo de homem. É dois milímetros mais pequeno que o Classic Black Reading que apareceu num scroll improvável e que pensei que tinha tudo a ver comigo!

watches c/o Daniel Wellington

Parte das minhas prendas de Natal (de mim para mim - que são tão boas) estão tratadas. E vocês, se quiserem oferecer um relógio da DW a alguém tenho um código de desconto para vocês! Basta usarem o código INFINITOMAISUM para terem 15% de desconto na compra. A esta compra podem escolher uma correia adicional que vai ser enviada para vocês como presente!

Em termos práticos (e se gostarem dos meus relógios) o Classic Black Reading ficaria a €144 em vez de €169 e o Dapper St. Mawes ficaria a €152 em vez de €179. Por isso corram, que ainda vão a tempo do Natal!

8 comentários:

  1. Qualquer um deles ficaria muito bem comigo :p

    Beijocas,
    ANDA DAÍ!

    ResponderEliminar
  2. Não sou super fã de relógios mas digo que adorei os que mostraste!

    ResponderEliminar
  3. Adoroo! Ai são de perder a cabeça :D

    http://ayellowrain.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. A minha mãe comprou esse relógio de ponteiros azuis, é mesmo giro :).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  5. Adoro! Quero! Está na minha whislist há tanto tempo e este ano pela primeira vez pus um no pulso: Sair da loja sem ele foi tão difícil :(

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2017