OFF TOPIC | Como o Blog Ajudou o Meu Negócio

24 março 2016

O infinito começou como um blog de lifestyle (por assim dizer) há quase cinco anos. Até ao início de dois mil e quinze eu escrevia publicações sobre livros, a minha vida no geral, tecnologia, filmes e tudo aquilo que me dava gozo. No entanto, e durante todo este tempo de blogosfera, comecei a desenvolver um interesse genuíno em design e codificação e, juntamente com isso, o meu interesse em relação a fotografia cresceu exponencialmente: junta-se tudo isto numa panela e temos os elementos visuais essenciais associados ao blogging.

À medida que ia desenvolvendo o meu blog e as minhas capacidades as pessoas começaram a vir ter comigo para lhes fazer pequenos trabalhos aqui e ali. Isso fez com que eu quisesse montar o meu próprio negócio online. Um ano depois posso dizer que consigo manter-me na faculdade graças ao trabalho que fiz ao longo desse ano e que continuo a fazer ainda agora. Felizmente tenho sempre clientes e trabalho não me falta o que permite com que eu consiga pagar o curso que sempre quis no sítio onde sempre desejei.
No entanto não é da quantidade de trabalho que tenho que vos quero falar. Hoje quero partilhar com vocês algumas coisas que me ajudaram na transição de um hobby (com o blog) para um pequeno negócio (em part-time) que me dá um certo rendimento.
Tem sido uma viagem do caraças, gostei de todas as lutas - porque sempre me ensinaram alguma coisa - e espero que isto possa ajudar algum de vocês que esteja a pensar dar o salto que faltava.

1. O BLOG É A VOSSA MAIOR FERRAMENTA
A certa altura do ano passado cheguei à conclusão que precisava de algum rendimento e de fazer um pé-de-meia para alguma eventualidade (e não me enganei) por isso decidi, finalmente, criar uma página de design and branding services aqui no blog.
No dia que o fiz (e anunciei) fiquei agradavelmente surpreendida quando em menos de nada tinha a caixa de entrada do e-mail cheia de pedidos e propostas de trabalho. Como? Apercebi-me que era tudo graças ao meu blog e às sementes que andei a plantar (leiam este texto da Helena para entenderem do que falo).
À conta de comunidade que - inconscientemente - estava a construir com o meu blog consegui encontrar pessoas que tinham interesse imediato naquilo que estava a vender e a promover.

Se quiserem começar um negócio aconselho-vos vivamente a terem um blog. A sério. Mas não tenham um blog só por ter. Publiquem com intenção e propósito, escrevam conteúdo que ajude e conquiste o vosso público-alvo, crie uma comunidade e uma boa presença online da vossa marca. Escrevam conteúdo que se relacione directamente com o vosso negócio e que atraia pessoas que partilhem dos mesmos interesses e paixões que vocês. Assim, quando estiverem prontos para lançar - oficialmente - o vosso produto e/ou serviço já têm uma comunidade ligada e interessada naquilo que têm para oferecer.

2. TEM UM PLANO
Quando se escreve um blog só por hobby - e como deriva daquilo que nós gostamos - a nossa visão acaba sempre por ser um pouco mais limitada e por se centrar mais no imediato e naquilo que queremos partilhar. Mas, quando começas um negócio, é importante criar uma visão a longo prazo para ti, para o blog e para o nosso negócio.

Esta visão pode derivar da nossa paixão (onde criamos um produto ou oferecemos um serviço baseado nas nossas skills) ou pode derivar da nossa audiência (onde criamos um produto ou oferecemos um serviço que pode ser útil para eles). Criar um plano é, por isso, necessário. Precisamos de programar e agir apoiados na nossa visão para o nosso negócio.

3. A TRANSIÇÃO TEM DE SER GRADUAL
À medida que o meu interesse em design, fotografia e blogging no geral aumentavam o meu conteúdo neste blog também se foi modificando gradualmente. Comecei a partilhar mais publicações sobre estes tópicos e baixei a frequência com que falava sobre shopping e beauty, por exemplo.
Apesar de ainda escrever sobre eles (quando faz sentido) eles não são o meu foco principal.
Se vocês já têm um blog e querem fazer com que ele seja um complemento ao vosso negócio...just go for it. No início eu tinha imenso receio em perder a comunidade que tinha criado - muito a custo - e a verdade é que perdi. 
O engagement e os comentários no meu blog diminuíram mas, por outro lado, ganhei mais tarde uma comunidade que estava genuinamente interessada naquilo que tinha para oferecer e não naquilo que eu achava que devia oferecer.
No fim do dia o blog é nosso e a melhor política é a de sermos honestos connosco e com quem nos lê e fazer aquilo que realmente nos interessa e pelo qual temos um carinho especial ou uma paixão.
Se gostarem do que fazem e fizerem o que gostam vão construir uma comunidade que vai gostar também. E sabem que mais? Eles vão passar a palavra!

4. CRIEM LIGAÇÕES PROFISSIONAIS GENUÍNAS
Um negócio não consegue existir sem pessoas, as vossas pessoas. Antes sequer de pensar em criar um negócio tinha a perfeita noção que iria precisar de contactos, que provavelmente teria de mostrar o meu valor a troco de nada numa fase inicial e que tinha de criar um portfólio decente que pudesse apresentar a quem me pedisse. Isto não se faz sem muito trabalho.

No meio disto tudo vão-se cruzar com muitas pessoas e vão também ganhando calo para saberem distinguir entre aquelas que vão fazer tudo para que prosperem e aquelas que só querem saber como trabalham para vos atacarem por dentro. É importante criar ligações profissionais genuínas com pessoas que vos inspirem e que estejam sempre dispostas a uma sessão de brainstorming. Nem sabem o bem que vos vai fazer.

Se estiveram (ou estão) no mesmo barco que eu, qual é a vossa história? Quais são as vossas ideias? E as vossas dificuldades?

11 comentários

  1. Adorei o post! Obrigada por partilhares a tua história connosco. É impressionante como um blog pode mudar a vida de uma pessoa. A ti ajudou-te a pagares o teu curso. Tens um blog tão bom, por isso é normal teres vindo a criar um grande público ao longo destes 5 anos, que naturalmente se interessa pelos serviços que tu tens a oferecer. E, aliado ao teu jeito para design, é a receita para o sucesso :).
    Continua o teu excelente trabalho :).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  2. Adoro o teu blog, não falo só de conteúdo, mas a nível gráfico e bom gosto também. Ainda só te acompanho à coisa de um ano, foi quando tomei a decisão de fazer o meu próprio blog para extravasar! Conheci outros blogs por aqui, pelo teu trabalho e tenho adorado. Espero que continues o bom trabalho que fazes e a ter muita sorte!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Desde que cheguei da ultima viagem (inicio do mês) que tenho reparado que tenho andado afastada do meu blog e dos outros blogs, sem vontade nenhuma para comentar. As redes sociais ficaram também ao abandono, incluindo o meu facebook pessoal. Não sabia o que se passava comigo mas decidi que não iria forçar nada. Aos poucos parece que as peças do puzzle na minha cabeça começaram a juntar até conseguir o puzzle completo. Foi na altura que te enviei aquela mensagem para o facebook na semana passada, lembraste? De repente tudo começou a fazer sentido, só tive de dar tempo ao tempo e pensar fora da caixa e o mais importante... agir.

    Assim que se deu este clique, li o post da Helena. Tive imensa pena de estar em viagem quando foi a sua apresentação para o Girls Lean In, pois queria saber mais do seu percurso profissional nos ultimos anos. Digamos que sou fã da Helena, adoro como é apaixonada pela vida e da forma sincera e pura que escreve. Li e reli o post dela, esse mesmo que deixaste neste post e foi como um sinal de "continua que estás no caminho certo".

    Entretanto em conversas com outras bloggers amigas tivemos a debater como ganhar dinheiro com o blog e vi-me a escrever algo como "é dificil ganhar dinheiro com o blog, mas este poderá ser uma excelente ferramenta para vender os nossos produtos e serviços"

    E agora, eis que dou de encontrão com o teu post. Não podias estar mais certa. E ainda mostraste a titulo pessoal como foste bem sucedida. Mas é isso, não foi um caminho fácil, tiveste que deitar as tuas sementes primeiro e conseguiste fazê-lo de uma forma muito profiossional, sempre com vontade e amor à camisola, que é fundamental.

    Já Paulo Coelho dizia no livro Brida "Cada pessoa, em sua existência, pode ter duas atitudes: Construir ou Plantar."

    ResponderEliminar
  4. Babe, sabes aquela expressão "quem te viu e quem te vê", que orgulho! :')

    ResponderEliminar
  5. Gostei muito de ler esta tua partilha de experiência. Não estou na mesma situação, porque não planeio lançar um negócio (se o fizesse talvez fosse relacionado com fotografia, but still). De qualquer forma, aproveito para te dizer que adoro o teu trabalho e que fico feliz por saber que todo esse talento te ajudou a pagar algo porque há tanto anseavas. Continua a fazer coisas bonitas :)

    ResponderEliminar
  6. Adorei o post. Ajudou me a esclarecer muitas das duvidas que tinha em relação ao caminho que estava a seguir com o blog :)
    gostei bastante de conhecer a historia e achei bastante inspiradora!!
    beijinhos, jess
    girlygirlsthinkpink.blogspot.com

    ResponderEliminar
  7. As pessoas têm que ter cada vez mais a noção que um blog pode ser muito mais do que um simples diário, pode ser um modelo de negócio. Mesmo que não se ganhe diretamente dinheiro com o blog, ter um blog é, como tu bem explicas, uma montra, uma forma de nos projetarmos como profissional, seja de que área for. Excelente trabalho que fazes aqui no teu cantinho! Boa continuação :-)

    Nomadismo Digital Portugal

    ResponderEliminar
  8. Adorei o post, mesmo. Ainda encaro o blog como um hobby, ainda não o levo tão a sério quanto devia, mas cada vez sinto mais necessidade de o fazer. Não porque quero necessariamente fazer dele um negócio, mas porque sinto necessidade de o tornar em algo mais, porque por norma gosto que todas as coisas na minha vida tenham um sentido concreto, que não sejam apenas "acessórios". Mas ainda não tenho um plano, ainda não tenho objectivos exactos, ideias delineadas. No entanto foi pela necessidade de o tornar em "algo mais" que me inscrevi no Bloggers Camp. Conhecer pessoalmente outras pessoas, os seus projectos, trocar ideias e estratégias vai ser certamente importante para mim. Estou, diria, numa fase de transição. Em que sei que quero transformar o blog, ainda só não sei exactamente como. Mas hei de chegar lá! Já acompanho o teu blog há cerca de um ano, és das grandes inspirações e adoroo este tipo de posts. Continua a inspirar-nos :)

    ResponderEliminar
  9. É sempre bom conhecer a história de outros!
    Deve ter sido difícil a transição do teu blog quando mudaste o tema mas o certo é que agora tens um excelente blog com muitos leitores (digo eu).
    É incrível como um simples blog muda-nos a vida!
    Acabei de conhecer o teu blog e adorei este post!
    Beijinhos
    Cantinho da tequis
    Facebook Cantinho da tequis

    ResponderEliminar
  10. Ana, um post muito genuíno e que ajuda realmente a organizar ideias e a priorizar.

    Obrigada pela honestidade da tua partilha.

    Bjs,
    Paula


    Vida de Mulher aos 40

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2017