OSCARS WEEK! | Portugueses Nos Oscars

23 fevereiro 2016

No outro dia perguntaram-me se alguma vez tinha havido algum português nomeado aos Oscars. E se se sim, se tinha ganho. A resposta às duas perguntas é sim.

Já se sabe que há portugueses em todos os cantos do Mundo (sejam eles de primeira, segunda, terceira [...] geração) e que nós somos muito bons no que fazemos seja ciências ou artes.

Gostei tanto da pergunta que achei que era o tema perfeito para a primeira publicação da Oscars Week de dois mil e dezasseis, por isso vamos lá a isto!


GONÇALO JORDÃO
O Gonçalo foi o mais recente nomeado (e vencedor) português na história da Academia. Tem 41 anos, é muralista e foi responsável por pintar as paredes do cenário do lobby do Grand Budapest Hotel - o filme que venceu o Oscar do ano passado na categoria de Melhor Direcção Artística.


DANIEL SOUSA
É o realizador de um dos filmes que mais deu que falar em Portugal durante o período de nomeações aos Oscars de 2014. Nomeado na categoria de Melhor Curta-Metragem de Animação, Feral conta a história de uma criança selvagem e outros temas universais que definem o ser humano - a diferença entre os humanos e os animais, a diferença entre a inteligência e os instintos.
Já Daniel, um português de origem cabo-verdiana viveu em Portugal até aos 16 anos e acabou por rumar aos EUA onde hoje vive como animador independente e professor.

CARLOS DE MATTOS
Já foi distinguido duas vezes pela Academia. Ganhou os dois Oscars em categorias técnicas: um em 1983 pela criação e concretização da Tulip Crane, uma grua utilizada em filmes como E.T. e o outro em 1986 pela criação de uma câmara de controlo remoto utilizada em filmes como África Minha e Cotton Club.
Nasceu em Luanda em 1952 e foi viver para os EUA aos 18 anos desenvolvendo ai a sua actividade mas levando sempre o sangue luso consigo.

CHISTOPHER HAMPTON
Não sei deixem enganar pelo nome. Christopher Hampton é dramaturgo e nasceu na ilha do Faial, no arquipélago dos Açores. Mudou-se em novo para o Reino Unido.
Ganhou, enquanto argumentista, um Oscar de Melhor Argumento Adaptado por Ligações Perigosas em 1989 e foi nomeado ao mesmo troféu por Expiação em 2008.

EDUARDO SERRA
O director de fotografia nunca ganhou mas já foi nomeado duas vezes para o Oscar, pelo seu trabalho em As Asas do Amor de 1997 e a Rapariga com o Brinco de Pérola de 2003.


9 comentários

  1. Adorooo este tipo de posts! Estou super orgulhosa e ansiosa pela noite dos oscares!
    Sou fã do Leo e quero muito que ele ganhe!
    Muitos beijinhos
    http://diaryofalittlebee.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Cultura nos blogs também é precisa! Parabéns. :)

    Mónica Rodrigues dos Santos
    http://cupcakewomen.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Muito bom, Ana! Gosto sempre de apoiar os nossos e gosto que os Óscares não sejam só vestidos bonitos e actores e actrizes principais. :)

    Joan of July

    ResponderEliminar
  4. Gostei do teu post, desses todos só conhecia o Daniel Sousa, já tinha visto o Feral e adorei. Os Óscares são o espetáculo de atribuição de prémios do cinema com maior público, mas nos festivais de cinema europeus os cineastas portugueses também são bastante reconhecidos. Só se fazem coisas boas por Portugal :)

    ResponderEliminar
  5. Não é para ser desmancha prazeres, mas o Gonçalo Jordão não ganhou. Ele simplesmente fez parte da equipa que ganhou, mas o Oscar só vai para os "chefes" de equipa, neste caso Adam Stockhausen e Anna Pinnock.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei que ele não ganhou o Oscar "sozinho", mas achei que merecia estar nesta lista porque lá está...esteve na equipa vencedora :)

      Eliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2017