BEAUTY | Real vs. Fake MAC Lipsticks: A Guide

05 setembro 2015

Vocês sabem que os batons da MAC são os meus favoritos: por causa dos acabamentos, duração e rol infinito de cores. Sabem também que sendo um sonho de consumo meu também o é de muita gente...e é aqui que começa o problema e não só com os produtos da MAC.

Normalmente são os produtos relativamente caros que sofrem mais com isto - os batons da MAC são quase vinte euros - e muita gente vai à confiança à primeira loja que vê porque longe vai o tempo em que os produtos contrafeitos pareciam, realmente, contrafeitos. Muita gente vai ao engano nos mil e um sítios que surgem por ai a apregoar que vendem produtos da MAC (ou as Naked da Urban Decay, por exemplo) a preço de saldo.

Os produtos réplica cada vez mais se parecem com o the real deal, mas lembrem-se que eles nunca serão a mesma coisa!
Desconfiem de paletes de marca (e que andam a correr as bocas do Mundo) a quinze euros. E de batons da MAC a cinco. E da máscara mais badalada de Benefit a dez. Ou de qualquer outro produto de marca - e que vocês sabem que custa uma nota preta - a preço da uva mijona.

Vocês não estão a fazer o negócio da vossa vida ao encontrarem preços absurdos de baratos nestes produtos no eBay, lojas de Facebook ou qualquer outro website por mais que vos jurem a pés juntos que os produtos são verdadeiros.

A pensar nisso encomendei três batons falsos da MAC para vos mostrar as diferenças. Encomendei cores que tinha (para ser mais fácil de fazer a comparação) e aquelas que acho mais difícil de replicar: Ruby Woo, Flat Out Fabulous (FOB) e Heroine. E olhem que não foram nada difíceis de arranjar...o que é assustador!

Vou-vos mostrar todos os sinais visuais a que devem prestar atenção. E partilhar outras dicas que me fui apercebendo.

É tenebroso pensar que, uma pessoa que não conheça minimamente a(s) marca(s) consiga ser enganada sem problemas porque estas réplicas estão bem perto da perfeição.
Pesquisem, perguntem, peçam fotografias, vejam reviews, falem com amigas que tenham os produtos antes de se meterem em aventuras. Metam-se espertos!

[Como é obvio não vou dizer onde comprei os batons contrafeitos cujo único propósito foi serem usados para esta publicação].

O PACKAGING
Assim, à primeira vista, parecem iguais. O tipo de letra utilizada é virtualmente idêntica e só conseguimos reparar nas diferenças se a) trabalharmos com fonts quase diariamente ou b) tivermos um batom original para fazer a comparação.
O tipo de letra utilizada nas embalagens originais é mais estreita e "puxadinha" enquanto a da embalagem falsa é mais redonda.
O preto das embalagens também é diferente e isso só se consegue notar através do contraste entre o fundo e a cor das letras: na embalagem verdadeira o contraste é maior e na embalagem falsa o branco parece um bocadinho mais mortiço (se é que me entendem).

O espaçamento entre as palavras também é importante. Reparem no espaçamento entre "Retro Matte" e "Rouge À Lèvres" nas duas embalagens.


Uma pessoa que não conheça a marca a fundo (ou que não tenha nenhum produto com o qual pode fazer a comparação) cai que nem um patinho com estas embalagens.

No entanto pode-vos acontecer uma de duas coisas. Se for a A dão logo conta que o batom é falso, mas se for a B...vão ter que recorrer às técnicas anteriores para darem por ele (ou às seguintes).


A EMBALAGEM (PROPRIAMENTE DITA)

Outra vez: virtualmente iguais. À primeira vista não conseguem distinguir qual é qual mas existem coisas que podem olhar para vos dar certezas.

Algumas dicas que podem indicar que os batons são falsos usando os outros sentidos:
1. A falsa é relativamente mais leve que a original. Não é nada de muito significativo mas se compararem o peso entre as duas dão pela diferença;
2. Se cheirar a plástico ou a nada é falso. Se cheirar a doce (sem ser abaunilhado) é falso. Todos os batons da MAC têm um cheiro adocicado a baunilha. É muito característico e conseguem logo identificar um batom verdadeiro de um falso pelo cheiro (nem que seja pela tampa).
No meu caso os batons falsos tinham um cheiro doce (um bocadinho enjoativo) na bala - o tubinho de cor, vá - mas na tampa cheiravam a plástico. Já nos verdadeiros tanto a bala como o interior da tampa cheiram levemente a baunilha.


Estando fechada pode tornar-se difícil de distinguir mas basta olharem para duas coisas: as letras da palavra MAC e a quantidade de brilhinhos que existem no tubo.
No original as letras vão estar gravadas e as linhas serão direitas. No falso as letras estão só pintadas e meio shaky. De longe parece a mesma coisa mas de perto - e/ou tocando - nota-se a diferença.

Quanto aos brilhos: o verdadeiro tem um equilíbrio entre o baço e o brilhante, o falso brilha muito mais e ao toque é áspero e rude.


AO ABRIR O BATOM
Podem dar de caras com uma de duas situações.

Se for a primeira...
Estão safos. O falso tem a parte de metal baça, as letras bem mais para cima e as bolinhas que seguram a tampa são mais achatados e menos seguros. A parte de cima da bala é também achatada em vez de levemente arredondada como no primeiro.


Se for a segunda...
Pode ser mais complicado. No entanto o falso é mais brilhante e se repararem os discos que fecham e seguram a tampa são virtualmente inexistentes.


Se tudo o resto falhar devem olhar para a etiqueta no fundo do tubo de batom. Isto aqui é aquilo que vos vai dar as certezas se é falso ou não.

No verdadeiro podem ver que o Ruby Woo apesar de ser retro matte é marcado como matte na etiqueta (isto acontece porque o meu Ruby Woo é relativamente antigo, os mais recentes já têm retro matte na etiqueta!). E que toda a informação está mais condensada. No falso - e se alguém não souber ao que vai - está toda a informação lá. Completamente diferente a nível gráfico, mas lá ainda assim.

Nestas situações devem usar as vossas little grey cells e o vosso discernimento. 


Na bala (a parte de cor) as diferenças são mínimas entre os originais e os falsos. É outra daquelas situações em que se vocês não tiverem um igual para fazer uma comparação de cor (e dos outros elementos) são enganados.

No entanto podem reparar que o falso tem uma linha que atravessa o batom e que o verdadeiro não tem essa linha. E que os originais - pelo menos os de acabamento  matte e retro matte que são os que tenho - são baços. Os falsos têm um certo brilho.


Gostava de vos poder dizer que os conseguia saber que eram falsos através da pigmentação mas nem isso foi descurado! Por isso - e outra vez - uma pessoa que não saiba ao que vai e que não tenha os originais para fazer swatches comparativos...cai que nem um patinho na esparrela.
(Estão a ver quão assustador pode ser?)

Vamos jogar a um pequeno jogo? Spot the fake!


Acertaram? As soluções estão abaixo.


E pronto, chegamos ao fim do nosso guia. Espero que vos tenha sido útil (ou que vos seja útil no futuro). E já sabem: desconfiem se for muito barato e mantenham sempre os olhos abertos.

21 comentários

  1. meu deus, não tinha noção que os chinocas já tinham este avanço de imitação! eu por acaso (como boa consumidora), reconheci logo imensas diferenças ao ver as fotos, depois é que li o texto, o lettering é a primeira que salta à vista... que medo! pior é que andam por ai muitas meninas a ser enganadas com isto :/

    ResponderEliminar
  2. Apesar de nunca ter comprado um batom da MAC este guia foi útil se alguém dia comprar algum! Vai fazer imenso jeito!

    ResponderEliminar
  3. Que óptimo guia! Da MAC só tenho os batons que saíram com a edição limitada da Cinderella mas assim já sei. E fiquei com ainda mais vontade de ter o FOB!!

    Lena's Petals xx

    ResponderEliminar
  4. Acho que estes guias dão sempre imenso jeito! Fiz agora um tambem, a mostrar uma paleta Naked verdadeira e falsa mas ainda não postei :P Depois passa lá se quiseres minha princesa <3
    Annluck,
    http://blackrosebyannluck.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Não fazia ideia! Fiquei estupefacta a olhar para o post. Realmente se me mostrassem um falso e dissessem que era verdadeira acreditava logo. Obrigada! Se algum dia comprar um batom MAC venho aqui novamente de certeza.
    kiss^^

    http://somerandomthoughtsandthings.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  6. Adorei o post! E muito obrigada pelas informações. Nunca comprei um batom mac, mas já me deu vontade de comprar no Ebay. No entanto já fico mais atenta e prefiro ir directamente à loja :)
    http://diaryofalittlebee.blogspot.pt/

    Segui o teu blog! Fantástico :)

    ResponderEliminar
  7. Há coisas que não compro no ebay e afins: maquilhagem é uma delas...

    ResponderEliminar
  8. Um post que dará super jeito a muita gente :D eu por acaso nao tenho curiosidade nenhuma dos batons da MAC, mas porque nao ligo muito a batons :) beijinho

    The eyes of a Mermaid

    ResponderEliminar
  9. Como costumo dizer: que cena do mal! Honestamente evito comprar marcas xpto online porque tenho sempre medo que aconteça algum acidente no transporte, mas agora vou mesmo andar de olhos abertos mas para a contrafacção :o
    xx

    ResponderEliminar
  10. Adorei o post! Mesmo muito útil :)
    Já li vários posts sobre batons da MAC falsos mas acho que este foi o mais completo que alguma vez li! ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Hoje em dia existe cada vez mais falsificação de marcas.

    ResponderEliminar
  12. Muito bem, esta publicação está simplesmente um máximo!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  13. Eu já tinha conhecimento deste tipo de coisa!

    De vários produtos da mac, não só os batons, e as tais Naked da Urban Decay. De facto já imitam muito bem a nível de packaging, e olha que pela imagem o FOT está muito parecido à cor original.

    Mas pronto o acabamento e o cheiro topa-se logo.

    ResponderEliminar
  14. Não fazia ideia que o nivel de imitação dos chineses, neste caso dos batons da MAC, podia ser tão elevado, sem dúvida assustador.
    Nunca comprei nenhum batom da MAC, mas quando comprar um este guia vai dar-me imenso jeito!

    ResponderEliminar
  15. Isto vai ser uma vergonha admitir mas a única diferença que reparei foi o espaçamento das letras e o aquela parte mais baça do batom, de resto fiquei meia hora a tentar "descobrir as diferenças". Por ser assim tão ceguinha é que só compro os batons das lojas oficiais, não há (pelo menos espero) como enganar!

    Marta Rodrigues, Majestic

    ResponderEliminar
  16. UOU!! Nunca tinha pensado nisto sequer. Não fazia a mínima ideia de que existiam falsificações destes produtos, ainda por cima tão bem feitas. Fiquei mesmo assustada e chocada com toda a situação. Batons da M.A.C. só compro no site, a partir de hoje! Por acaso não tenho nenhum, mas gostava muito de experimentar. Ainda bem que me alertaste para esta situação! Obrigada.

    ResponderEliminar
  17. É caso para dizer que iria cair que nem uma patinha!!!

    ResponderEliminar
  18. eu caia logo.. que nem uma patinha sinceramente.. :/

    ResponderEliminar
  19. Realmente eu não reparava! Mas também admito que é uma marca que nunca comprei. É bom estar atento de qualquer modo :)
    thefancycats.blogspot.com

    ResponderEliminar
  20. woah, mas mesmo assim ate é dificil!
    http://rrriotdontdiet.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2017