BOOK REVIEW | Miúda Online


ISBN: 9789898800121
TÍTULO: Miúda Online
AUTOR: Zoe Sugg
EDITORA: Topseller
EDIÇÃO/REIMPRESSÃO: 2015
PÁGINAS: 311
LIVRO ÚNICO OU SÉRIE/TRILOGIA: Livro único
FORMATO DO LIVRO: Livro físico

“ ― Estás a dizer que não casavas comigo?
― Não...Eu...sim... Eu... ― o meu rosto começa a atravessar o espectro carmim.
― Ainda por cima depois de estarmos juntos há... ― o Noah faz uma pausa para olhar para o relógio ― uma hora e cinquenta e sete minutos.
― Desculpa ― digo eu, alinhando na brincadeira ― Eu sei que já passou uma eternidade, mas não estou preparada para esse tipo de compromisso.”
― Zoe Sugg, Miúda Online


Eu devo ter sido uma das últimas pessoas a saber que a Zoe ia escrever e publicar um livro. E quando me inteirei que ela o ia fazer reparei que ele estava envolto num mar de controvérsia, mas isso agora não interessa nada.

Este livro não é mau; a trama é interessante o suficiente ao ponto de me fazer continuar a virar página atrás de página e os personagens são bastante engraçados em alguns momentos. Foi interessante ver descrições tão realistas sobre os ataques de pânico mas para além disso tive alguns issues com este livro.


A protagonista, Penny, tendo só quinze anos era um bocadinho imatura para mim e tive dificuldades em sentir empatia com os problemas dela às vezes. Mas noutras alturas consegui ver um pouco de mim com quinze anos nela e foi engraçado. O interesse romântico da Penny - o Noah - é um rapaz de dezoito anos mas pareceu-me que ele se comportava como alguém com a idade da Penny. Não é propriamente mau mas eu julguei que ele fosse aquele elemento diferenciador na história. No geral o Noah encaixou na história sem serem necessárias explicações tal como acontece com as pessoas na vida real.

O romance entre eles os dois é fofo. Cheio de clichés, mas fofo. Estou tentada a dizer que foi um daqueles casos de amor à primeira vista mas não o vou fazer. E porquê? Porque avançou depressa mas a forma como é contado faz com que nós - o leitor - consiga acreditar em almas gémeas e em pessoas que fazem um clique de maneira instantânea. 

No geral, a storyline não tem grandes momentos de viragem nem grandes plot twists. Apesar de estar carregadinha de clichés e de momentos previsíveis acho importante que um livro aborde assuntos como ansiedade, bullying e homofobia.


O livro passa-se entre Brighton no Reino Unido e Nova Iorque. Essas descrições das cidades foram, na minha opinião, muito bem conseguidas especialmente porque nunca visitei nenhuma e ao ler o que foi escrito sobre essas cidades senti-me, de facto, nelas.

A linguagem do livro é simples e apesar de saber que o público desde livro é relativamente mais novo que eu fiquei a pensar que a linguagem, por vezes, era simples demais. E isso não é propriamente uma coisa boa. 
Não há mal nenhum em misturar umas quantas palavras mais complicadas no meio de umas mais simples só para que as pessoas se comecem a habituar a elas. No entanto isso também se pode relacionado com o facto do livro que li antes deste ter uma linguagem diferente: mais pesada e complexa.


O ritmo da história, por vezes, é lento. O livro não é aborrecido mas achei que algumas cenas poderiam ser resumidas (e outras mais explicadas) como por exemplo quando a Penny se punha a narrar algo que já tinha acontecido.

No geral o Miúda Online é um livro que entretem e que aborda assuntos importantes - a amizade é definitivamente um dos temas principais deste livro e acho que para raparigas mais novas esta história pode se tornar uma pequena referência para elas. Apesar de não ser o meu livro favorito de sempre, teve um final feliz e às vezes é só isso que precisamos.

Estou curiosa para saber o que a Zoe vai escrever a seguir. Sim porque a história da Penny vai ter uma sequela.

Classificação infinito mais um: 3/5

[Este livro foi-me enviado pela editora em troca de uma review honesta].

6 comentários:

  1. Amei o post
    Fiquei com vontade de ler <3
    E seu blog é muito lindo!
    http://rafaelesampaiio.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  2. Eu ainda não li e não tenho muita intenção de ler porque me parece ser um livro mais para pre-adolescentes. Mas estou a pensar oferece-lo à minha irmã que tem 14 anos e é super fã da zoella :)

    beijinhos
    Pretty Little Stories

    ResponderEliminar
  3. Tinha ficado com essa mesma impressão de que seria um livro para raparigas muito novinhas, mas tenho que aplaudir o facto da Zoella ter abordado temáticas pesadas com - aparentemente - uma linguagem ligeira. Apesar de não o ir ler, sou bem capaz de o recomendar a uma amiga que tem uma irmã de 15 anos.
    Acho que este livro era fantástico para ela. :D
    Será que o encontro pela feira do livro de Lisboa?

    www.joanofjuly.com

    ResponderEliminar
  4. Parece ser interessante! Fiquei curiosa :)

    http://photographybyvania.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Pelo que dizes, acho que não iria gostar muito. Mas ler nunca é demais. A capa do livro é gira :)

    Isa,
    http://isamirtilo.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Eu gostei mesmo do livro. É querido e doce. É daqueles livros simples que sabem bem ler ao final da tarde para esquecer tudo o que nos rodeia.
    Beijinhos*

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2017