BLOG RELATED | Let's Have A Little Chat

28 março 2015

Esta semana marcou, para mim, um ponto de viragem do blog. Nada que vocês se tenha apercebido (talvez só os mais atentos) mas deu-se.

Tudo começou na Quinta-feira com o primeiro comentário de hate que o blog recebeu. Possivelmente olhando em retrospectiva não é tão agressivo assim mas, quando se lê coisas como "Mas quem raio és tu", "(...) não aches que és a ultima coca-cola do deserto porque ainda tens muito a aprender e a humildade nunca fez mal a ninguém" entre outras coisas num comentário carregadinho de hate mas dissimulado com "elogios" lá pelo meio - para fazer de conta que é uma coisa que não é - acaba-se por se ficar um bocadinho magoados.

Quando faço qualquer coisa aqui para o blog faço-o porque acho que vocês vão gostar. Não faço porque quero ganhar alguma coisa com isso e muito menos faço-o para vos prejudicar seja de que forma for. Por isso quando abri a caixa de comentários às vossas perguntas sobre layout e design não pensei na maldade que algumas pessoas poderiam ver nisso e muito menos pensei que poderia ser atacada por tentar ajudar-vos mesmo que seja em coisas mínimas.
Nunca me declarei designer. Não o sou. Não o quero ser. E quem segue o blog há algum tempo (ou até mesmo recentemente) sabe que nunca escrevi aqui nem em lado nenhum que o era. Tudo o que sempre disse é que tenho facilidade para algumas coisas de codificação e entendo HTML e CSS suficiente para fazer algo mais complexo.
A coisa foi pegando. As pessoas foram gostando. E a partir dai fui criando uma base de clientes satisfeitos. Como ainda é uma coisa que dá um pouco de trabalho (e não me venham com tretas porque dá) comecei a cobrar que a vida está difícil para todos e ao passar horas de volta de blogs a tentar acertar tudo, a fazer com que todos os elementos funcionem e cansar a vista é exaustivo. E eu não trabalho para aquecer (assim como ninguém).

Não admito, de maneira alguma, que ponham em questão o meu carácter. Sobretudo quando não me conhecem como pessoa. Ou quando não acompanham o blog assim há tanto tempo e se acham no direito de dizer que sou isto ou aquilo só porque leram uma publicação que não vos caiu bem (porque a brincar, a brincar em três anos de blog dá para termos uma boa noção de quem é uma pessoa). Eu não faço isso com ninguém por isso não deixo que façam comigo.

Depois tudo melhorou quando a Cat me mandou o link de um blog e me disse para ver. Quando abri fiquei de queixo caído porque o dito blog - para além de ter copiado basicamente na íntegra a sidebar do meu blog - copiou também outros conceitos, detalhes, pormenores e coisas nesses níveis que vocês já associam a mim e ao infinito mais um. Juro-vos que por momentos pensei que tinha entrado no meu blog por acidente até dar de caras com a fotografia de apresentação da blogger...que não era eu.
E antes que digam que isso é da minha cabeça, não é. A última mudança maior do meu blog foi em Outubro de 2014 (para como está agora) e a última mudança do tal blog foi feita nem há oito dias. Podia ter sido uma grande, grande coincidência mas se vissem o que eu vi não diriam isso.

Isto é uma daquelas coisas que me encanitam à séria. Não tenho nada contra em servir de inspiração para alguém - até fico lisonjeada - mas há uma grande diferença entre servir de inspiração e ser plagiada. Inspirarem-se em mim e no meu trabalho, mas copiar basicamente a minha linha editorial toda de uma ponta à outra? Alto e pára o baile.
Não sei se já aconteceu com vocês ou se só eu é que me sinto assim, mas quando isto me acontece sinto-me roubada. Da minha criatividade e da minha propriedade intelectual. E das horas que perdi a testar o que funcionava e não funcionava para depois vir uma pessoa e "inspirar-se" na fórmula vencedora e aplicar no seu próprio sítio. Entristece-me.

Não costumo falar sobre coisas destas aqui no blog. Mas depois da semana que tive, acho que estava na altura disso acontecer.

                       

15 comentários

  1. Vi o comentário e fiquei de queixo caído! Não foi dos piores que já tenha visto, mas o que me admirou foi como é que é possível essa pessoa ter ido buscar tanto 'hate' quando tu estavas a ajudar as pessoas!!! Infelizmente vejo muita competição entre blogs, uns a quererem ser mais que os outros, e no entanto estavas tu ali a querer ajudar com dicas de quem sabe do que fala para cada uma de nós melhorar o seu cantinho... Mas enfim...
    Tu sabes o valor que tu e o do teu blog têm... Afinal ninguém ia plagiar um mau blog :p
    Um grande beijinho!

    http://iminthemoodforblog.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Epá, é ignorar. Nem percas o teu tempo a dar importância. Há gente infeliz e entediada sem nada pra fazer da vida mesmo. You're above all that! Até metem dó lol

    ResponderEliminar
  3. Mas que situação desagradável. Designer ou não, se estás a prestar um serviço deves cobrar, se o cliente sabe que és amadora e está ok com isso, why not. Eu não sou pasteleira mas às vezes faço uns bolos jeitosos, não é como se eu não os fosse cobrar se começasse a receber pedidos.
    Quanto ao design roubado, infelizmente na net o que mais abunda é isso. that sucks

    ResponderEliminar
  4. Qual é o blog?? agora fiquei curiosa !

    ResponderEliminar
  5. Bem boneca é lixado, eu sou Designer e admito que gosto muito do teu trabalho até pensei que também eras designer. Bem á custa de maus comentários já desisti do meu canal que estava ligado ao blogue deixava de publicar no blogue porque estava sempre a pensar quando viria o próximo comentário maldoso, aos e poucos e poucos estou a mandar isso para trás das costas. Sim deves de cobrar pelo teu trabalho, tens as tuas despesas e sendo para amigas ou não é trabalho, é esforço é criatividade e merece ser pago ;)
    Não gosto também quando vejo que me copiam algo como já vi um post (ok não é o mesmo) mas foi algo que escrevi e pumba foram copiar, post layout o que for é nosso e não acho que isso seja correto fizeste bem em expor a situação :)
    Confesso que gosto da diversidade dos temas que abordas é um blogue que sigo sempre apesar de nem sempre comentar (shame on me --') mas acompanho-te e gosto do que faças seja em design ou não :)
    Desculpa o meu desabafo e comentário longo mas queria vir dar te o meu apoio mereces Ana ;)
    beijinho da Di :3

    **

    ResponderEliminar
  6. Ana, já sabes o que penso destas coisas. Fui uma das primeiras pessoas a pedir-te para me mudares o blog (e estou contente com esse estatuto!) porque simplesmente sei reconhecer o teu valor, a tua capacidade de criar, o teu sentido estético, o teu perfeccionismo e a tua paciência infinita. São tudo coisas das quais te podes gabar, sempre, e certamente quem tenha a sorte de te conhecer ficará exactamente com a mesma impressão. E todo o trabalho que é feito com tanta dedicação e carinho merece ser pago! Por isso, sendo designer ou não, o que me importa isso se o trabalho aparece feito (e bem!) e a tempo e horas?

    Quanto à cópia do teu design no outro blog, só é imitado quem é apreciado, por isso levanta a cabeça e continua a ser tu mesma, original, com um blog que transpira personalidade e que é único na blogosfera :) *

    ResponderEliminar
  7. Infelizmente, há gente muito parva neste mundo. Calados eram poetas!

    ResponderEliminar
  8. Esta é a nossa realidade. Que gente....

    ResponderEliminar
  9. Realmente há pessoas que se ofendem com tão pouco, ainda por cima quando estavas a tentar ajudar e pelo menos para mim foi uma grande ajuda, já estou a planear a alteração que me sugeriste. Quanto ao blog que te plagiou, eu sinceramente não vejo as semelhanças mas ela pode ter modificado o blog entretanto.

    ResponderEliminar
  10. Ah esquece, que parva, o link que meteste não é para o blog que te copiou, é para o blog de quem te avisou.

    ResponderEliminar
  11. Isso são pessoas com tempo a mais na vida.
    Então usam o anonimato da internet para fazer comentários estrupidos. E para mais, tu não cobravas nada. Fazias as coisas gratuitamente até ao dia que percebeste que podia ser um pequeno negócio. E não acredito que peças fortunas. Além disso reparei que no post que abriste tiveste 68 questões e respondeste bem a cada um e não a despachar. Foste a 68 blogs, pensaste e deste um comentário: a custo 0!!!!
    Enfim, é não ligar e seguir com a vida para a frente. Haters will always hate

    ResponderEliminar
  12. Eu quando vi o post em questão, vi que já estava fechado a mais comentários, mas também achei que há quem veja mal em tudo... Eu sigo o blogue, há alguns meses e vejo apenas alguém a querer ajudar, com as suas sugestões e dicas.

    ResponderEliminar
  13. gente ressabiada vem sempre mandar bitaites. Eu já cobrei por trabalhos que não tenho um certificado académico e depois? se faço bem siga. Fizeste bem em desabafar isso mas não te foques nisso miúda :)

    ResponderEliminar
  14. Li o comentário e o post e achei de muito mau gosto. Se era algum tipo de frustração que causou esta pessoa a ficar irritada/desanimada, perdeu por completo a razão ao escrever daquela maneira.
    É verdade que, como designer e alguém que exerce deste ofício e que ganha o pão de cada dia desta maneira, também me sinto, por vezes irritado/a com algumas situações... Nomeadamente quando pessoas se "auto-proclamam" de designers e têm pouca noção do que fazem, cobrando-se até de trabalho que não tem a devida qualidade. Este não é o teu caso e não estou de modo algum a colocar em causa o teu bom senso e criatividade. Afirmo, sim, que talvez consiga perceber o que passou pela cabeça daquela pessoa a escrever... É algo que vemos na internet todos os dias. Por vezes nós próprios oferecemos o mesmo trabalho, mas existem sempre situações chatas que envolvem concorrência a nível laboral. Quem é criativo sabe o quantas situações desagradáveis podem surgir no seu caminho, também, pondo em causa o seu profissionalismo e trabalho. (Dou-te o exemplo perfeito de plagiarismo que tu própria mencionaste neste post).

    Volto a frisar que, não estou a dar razão à pessoa que postou o tal comentário, até porque já disse que perdeu a razão ao escrever como o fez. No entanto, talvez como colega de profissão (presumindo que ambas sejamos designers de profissão, eu e a tal comentadora), consigo perceber o tipo de frustrações que às vezes podem surgir.

    Num lado mais positívo: acho de bastante valor que prestes este serviço às tuas amigas e colegas bloggers. Acho por bem que te cobres dele, claro, como qualquer pessoa que precisa de se fazer à vida. E no fundo acho que tens uma visao estética que favorece e realça os teus trabalhos. Vindo de um/a profissional da àrea de web design: Parabéns! Continua a evoluir e, quem sabe, no futuro optares por uma carreira na àrea :)

    ResponderEliminar
  15. Com a curiosidade que tive, fui ver o comentário e só tenho a dizer que te defendeste muito bem. A vida (e a blogosfera) está cheia de pessoas assim: que gostam de criticar, pôr palavras nas nossas bocas que nunca proclamámos e acusar-nos de coisas que nunca fizemos ou daquelas que, por acaso, até fizemos. Acho que faz parte e é também isso que depois nos ajuda a distinguir do resto do mundo, a maneira como lidamos com essas coisas. E tu distingues-te pelo respeito e dignidade que mostraste. E é apenas disso que te deves lembrar. Esquece o que aquela pessoa te disse, pois isso não tem valor. Lembra-te é de quem tu és e dá graças pela consciência tranquila. :)
    Beijinho

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2017