OFF TOPIC | TOP 4 Coisas Que Me Marcaram em 2014

O fim do ano é sinónimo de retrospectivas - não há mesmo volta a dar - até porque temos sempre muito para recordar. Mais do que acontecimentos e feitos, que estão devidamente documentados, quis fazer um apanhado dos filmes, livros e álbuns/bandas que me marcaram este ano.

De certa forma tudo isto fez parte da minha vida, fizeram-me sentir qualquer coisa e todos eles me trazem memórias.

BEGIN AGAIN | THE BOOK THIEF | THE FAULT IN OUR STARS | HER

Este ano até não vi muitos filmes, não fui muitas vezes ao cinema e também não risquei muitos títulos da minha watchlist. Nos últimos tempos tenho andado bastante impaciente para ver filmes, mas eu sou assim: de luas.

Destes quatro filmes fui ver dois ao cinema - The Fault in Our Stars e The Book Thief - e fartei-me de chorar baba e ranho nos dois. Sai da sala (ambas as vezes) muito pensativa, um bocadinho atordoada mas leve, de certa forma. HER foi uma surpresa para mim, tinha ouvido falar maravilhas mas nunca pensei gostar tanto como gostei e o Begin Again...que filme mais fofinho! É daqueles que no fim nos deixa com um sorriso enorme na cara (e as músicas na cabeça visto que a banda sonora está deliciosa)!

AS INTERMITÊNCIAS DA MORTE | ONE DAY | OUTLANDER | THE STATISTICAL PROBABILITY OF LOVE AT FIRST SIGHT

Este ano li mais do que no ano passado e no meio de tanto livro encontrei coisas muito más, coisas muito boas e coisas medianas. Estes quatro em particular marcaram-me: n'As Intermitências da Morte apaixonei-me pelas pequenas nuances, no One Day entendi que não devemos adiar a felicidade porque um dia, sem esperarmos, a nossa vida pode pregar-nos uma partida, em Outlander descobri que tenho uma thing por Scottish lads que usam kilts e se chamam Jamie, e na The Statistical Probability of Love At First Sight reparei que as coisas podem mudar em quatro minutos. E que devemos correr atrás do que queremos.

BRASS WIRES ORCHESTRA | LADY GAGA & TONY BENNETT | ARCTIC MONKEYS | THE SMITHS

Este ano foi bom para descobrir coisas novas como os Brass Wires Orchestra, uma banda lisboeta com uma sonoridade que me faz lembrar os Mumford & Sons (que eu adoro) e cujo CD de estreia - Cornerstone - ouvi em repeat vez atrás de vez. Foi também o ano de surpresas quando a Lady Gaga lançou um disco de jazz - Cheek to Cheek - com o Tony Bennett. Deixem-me que vos diga: uma das melhores coisinhas que ouvi este ano. Está absolutamente maravilhoso e a Lady Gaga tem um vozeirão imenso para jazz! Se ainda não o ouviram não sabem o que estão a perder. 
Redescobri o meu amor por Arctic Monkeys e The Smiths que marcaram bastantes momentos memoráveis ao longo do meu ano.

O que vos marcou em 2014? Pode ser um livro, um filme, uma banda, uma música...tudo!





 
Podem encontrar-me também aqui:

14 comentários:

  1. Adoro a originalidade que incluis nestas retrospectivas :)

    ResponderEliminar
  2. nunca pensei dizer isto mas de facto a Lady Gaga nasceu para o jazz!! adorei a dupla eheh. ai tu nem me fales no Jamie....!

    ResponderEliminar
  3. amei o blog :3
    feliz ano novo! beijinhos

    ResponderEliminar
  4. the smiths forever <3
    minha banda de eleiçao. e artic monkeys. god ando viciadissima no AM.

    anyway, pra mim o her tb é um dos filmes do ano. mas junto ao interstellar!

    bom ano*

    http://rrriotdontdiet.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. De todos os teus destaques... Apenas conheço o livro "One Day" que gostei mesmo muito :)

    ResponderEliminar
  6. A minha grande surpresa quando falaste dos BWO... Conheci-os pessoalmente este verão e o meu grupo tem um concerto exclusivo deles. Foi perfeito! A partir daí nunca mais larguei a banda.
    Quanto aos filmes também fiquei verdadeiramente apaixonada pela rapariga que roubava livros. <3
    Sorrisos,
    Alexandra :)

    The Sweetest Life

    ResponderEliminar
  7. Adorei esta ideia :) É por isso que acho o teu blogue tão original!

    ResponderEliminar
  8. Feliz Ano novo, tudo de bom para ti e para os teus. :)
    Beijinho de Toronto
    claudiapersi.blogspot.ca

    ResponderEliminar
  9. Ai os Brass Wires Orchestra são tão geniais e tão portugueses que dá orgulho eheh! Adoro o One Day, de coração. Bom 2015 para ti querida! xoxo

    ResponderEliminar
  10. Já não me tinha lembrado da volta que o Her me deu! Não consigo recordar de tudo que me marcou, mas volta e meia essas coisas aparecem :) Na música foi tanto mas tanto, que podia fazer uma playlist que durasse meses!

    ResponderEliminar
  11. Como partilho dessas escolhas do cinema - só não vi o primeiro! e claro dos Artic Monkeys!

    ResponderEliminar
  12. Leste o livro "Outlander"? Vi a série e apaixonei-me! Quero ler o livro agora enquanto espero pela season 2 :)

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2017