PERSONAL | To I., For Her Graduation

24 maio 2014

Hoje uma das minhas pessoas tem a sua Benção de Fitas e eu, por motivos de força maior, não posso estar presente nem fazer uma espécie de papel de mãe babada enquanto tirava todas as fotografias possíveis e imaginárias uma das minhas miúdas.

Devido a isso decidi mostrar-vos aqui a versão sem censura daquilo que escrevi a muito custo - maldita caneta! - na fita que a minha I. gentilmente me deu para eu rabiscar à vontade.
Sem censura? devem estar a perguntar. Eu explico: o texto que escrevi era tão grande que tive de fazer algumas edições e tirar algumas partes para que coubesse tudo na fita.

“Sou-te sincera: numa escrevi uma fita na minha vida e isso o facto de me teres dado uma só para mim assustou-me um bocado porque não queria que a minha fita para ti fosse igual a tantas outras que terás.
Não tenho jeito nenhum para desenho por isso fazer rabiscos não era uma opção. Podia encher isto de citações sobre o futuro mas isso seria cliché. Podia também não ser lamechas, mas isso já seria pedir muito.
Como podes ver os meus talentos para estas coisas não são vastos e, por isso, as opções não são muitas. Aviso-te já: isto é capaz de se tornar um bocadinho lamechas (e um bocadinho cliché).

Desde já tenho muito que te agradecer: o teu coração de ouro que desde sempre me acolheu sem hesitar, os teus abraços todas as manhãs, o teu riso fácil das minhas piadas sem graça, os almoços de Quarta-feira no Senhor Carlos, os cafés que fomos tomando, aqui e ali, sempre que tinhas tempo para me fazer uma visita de Beja, a confiança que tens em mim – tanta que sempre que te pedia passavas-me a tua máquina fotográfica para as mãos sem hesitar –, as viagens e aventuras no teu carro que nunca nos deixou mal. Nem tu. Nunca me deixaste mal. Estiveste (e estás) lá sempre. À distância de um telefonema ou de uma mensagem.

Nunca te disse, mas tenho muito orgulho em ti. Por nunca baixares os braços, por não desistires, por lidares com as coisas de forma graciosa.
És uma pessoa espectacular. Vais ser grande para o Mundo. E eu vou aplaudir-te de pé e apoiar-te em todos os passos. És minha irmã – de pais diferentes, mas isso são só pormenores – e eu vou estar sempre aqui para ti.
Hoje é uma dessas vitórias: o fim de um ciclo. E eu estou aqui a aplaudir e a sorrir inchada de orgulho.

Obrigada por fazeres parte da minha vida. Obrigada por seres quem és.

Tenho orgulho em ti!

“But youth has a future. The closer she came to graduation, the more her heart beat. She said to herself: “This is still not life, this is only the preparation for life.”
― Nikolai Gogol, Dead Souls

Eu não disse que isto ia ser um bocadinho cliché?

 Annie ♥
Maio’14”





 
Podem encontrar-me também aqui:

3 comentários

  1. Awwwww :') assim fazes uma pessoa chorar...

    ResponderEliminar
  2. Está lindo muito obrigada mesmo, do fundo do coração <3

    ResponderEliminar
  3. Amei, notasse a vossa ligação apenas através de um texto! ^^
    Sorrisos,
    Alexandra :)

    The Sweetest Life

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2017