TECH | Kindle 4 Review

04 fevereiro 2014

Pelo meu último aniversário recebi um Kindle - que foi aquilo que eu pedi e que queria mesmo, mesmo muito - e por já o ter há meses perguntei-vos na página do blog no Facebook o que achavam de eu fazer uma review do dito. Como a resposta foi incrivelmente positiva cá estou eu!
Há vários tipos de modelo de Kindle, mas eu vou falar daquele que eu tenho: o Kindle 4. É o mais básico dos básicos mas não deixa de ser uma pequena maravilha da tecnologia.

Mas é melhor começarmos devagar visto que nem toda a gente sabe o que é um Kindle e é isso que vou explicar de forma curta e simples. Um Kindle é um aparelho que nos permite ler ebooks (vulgos livros digitais). E antes que alguém diga que um tablet faz isso é preciso explicar: um tablet é um tablet. O Kindle parece um table mas está longe de ser um. O Kindle serve para ler livros e só.
Por outro lado um tablet pode ser utilizado para ler ebooks mas a luminosidade do ecrã faz com que passado pouco tempo comecem a reclamar dos olhos - e quem diz no tablet diz num ecrã de portátil.

O ecrã do Kindle tem uma tecnologia chamada de e-ink (tinta electrónica) - e eu juro que fico espantada com isso porque não consigo, de maneira nenhuma, entender como é possível algo assim funcionar - o que permite que o ecrã seja fosco e sem brilho. Com isso, o ecrã do Kindle parece-se com uma página impressa de um livro (Vêem? Confortável para ler!)


Primeiro: como adquiri o meu Kindle? O meu veio directamente da Alemanha pelas mãos da minha tia G. mas podem comprá-lo online através da Amazon. Podem ver os outros modelos e decidir aquele que se adapta melhor a vocês AQUI.

O meu modelo de Kindle é do mais básico possível. Não tem teclado (como nos modelos anteriores) o que pode dificultar a procura de livros dentro do aparelho ou a escrita de notas. O ecrã não é touch o que pode ser chato para algumas pessoas. Mas nem tudo é mau e o Kindle 4 tem Wi-Fi.

Naturalmente, quem está a ler esta review e quiser aventurar-se na compra de um e-reader e preferir um Kindle mais completo existe uma toda linha que foi lançada ao mesmo tempo que o Kindle 4 (o que eu tenho): o Kindle Keyboard com teclado, o Kindle Touch que tem tecnologia touchscreen, o Kindle 3G que tem cobertura de rede 3G e o Kindle Fire que é um tablet com um preço super amiguinho em comparação às outras ofertas de mercado actuais.

A tecnologia e-ink ainda não existe a cores por isso o Kindle mostra tudo a preto e branco no ecrã, mas isso não o impede de mostrar de forma maravilhosa as capas mesmo que sejam, originalmente, coloridas.


O aparelhinho maravilha é bonito e super leve. E o peso faz-me pensar imediatamente no conforto de poder ler livrões - tipo Under The Dome com mais de 1000 páginas - sem a necessidade de malabarismos e de uma força descomunal nos dedos só para os manter abertos (isto ao fim de algum tempo torna-se desconfortável fazê-lo mas a sensação é única - admito!)


É muito fácil meter livros no Kindle. Com o cabo que vem na caixinha é só ligar o Kindle ao computador e arrastar os livros para a pasta - easy, breezy. No entanto organizar os livros pode ser uma pequena dor de cabeça. Na minha primeira utilização esperava que, ao organizá-los em directórios, essa organização ficasse logo feita nas colecções que o Kindle utiliza para dispor os livros, mas isso não acontece. É necessário criar e organizar as colecções directamente no Kindle. Não é difícil e no início não é prático (e admito que é um bocadinho chato) mas ao fim de algum tempo está tudo de tal forma mecanizado que se faz em poucos minutos.

A bateria dura horrores porque só gasta energia quando 'viramos a página'. Desde que o tenho só o carreguei duas vezes. Carregá-lo também é fácil. É só ligar o cabo que vem de origem ao computador ou a uma box de serviço de televisão (eu ligo-o à box da MEO) e deixar durante um par de horas e fica feito. Mas não se preocupem que não ficam da mão do nada porque o Kindle decide ficar sem bateria. Não! Antes de acabar (bem antes!) - estilo uma semana - têm notificações de x em x tempo (se estiverem a ler) a avisar que a bateria está fraca. Em stand-by temos uns wallpapers bem giros de imagens relacionadas com a escrita e com a leitura.


O Kindle lê basicamente todos os formatos do .azw3 (formato nativo da Amazon) ao .mobi (igual ao .azw3 mas sem protecção) passando por .txt e .pdf.
No entanto os formatos que o Kindle não lê de forma nativa (.doc, .htm e .rtf) podem ser convertidos facilmente. O programa que eu uso é o Calibre e faz um trabalho absolutamente genial!

Depois de postos no Kindle - formatos nativos ou formatos não nativos convertidos - todos os ficheiros comportam-se da mesma forma. Avançamos e recuamos nas páginas com os botões, dá para aumentar o tamanho da fonte, a largura da coluna, dá para virar o ecrã de todas as maneiras, aumentar o espaçamento entre as linhas, tudo no menu.
Podemos ainda procurar por palavras ou frases específicas no livro que estamos a ler, podemos marcar o texto e fazer um destaque para referência futura (funciona como se estivéssemos a passar com um marcador fluorescente com a diferença que todos os nossos destaques ficam juntos num ficheiro, com referência ao livro, autor e número de página de onde foi retirado).


Para uma consumidora de livros compulsiva que quer mais livros do que pode comprar isto é O presente a oferecer e O aparelho a ter (e quem diz um Kindle diz outro e-reader qualquer).

Espero não me ter esquecido de nada importante!
Se quiserem saber alguma coisa em específica ou que fale de alguma coisa que me esqueci neste post fiquem à vontade de perguntar pelos comentários ou enviar-me um e-mail que eu farei o meu melhor para responder às vossas dúvidas!





 
Podem encontrar-me também aqui:

13 comentários

  1. Para quem gosta muito de ler é sem dúvida um bom investimento! Cá em casa há dois e eu só ouço elogios :)

    ResponderEliminar
  2. Para quem gosta muito de ler é sem dúvida um bom investimento! Cá em casa há dois e eu só ouço elogios :)

    ResponderEliminar
  3. O Kindle (ou, menos ambiciosa, um e-reader) anda na minha wishlist há algum tempo mas ainda não me decidi inteiramente a comprar um. Mas parece mesmo um bom investimento, principalmente porque eu adoro ler!

    ResponderEliminar
  4. eu tenho o kobo mini e também estou bastante satisfeita,:)

    ResponderEliminar
  5. Por acaso não sabia quase nada sobre estes aparelhos. Óptimo post :)

    ResponderEliminar
  6. nunca tinha ouvido falar :O que espetáculo :o

    beijinhooos*
    Beauty Dream

    ResponderEliminar
  7. Ah, que lindo! Estou querendo muito um, espero ganhar em breve :)
    Primeira vez que venho aqui, e queria dizer que adorei teu blog, muito lindo e interessante!
    Ganhou uma nova seguidora! :)
    Se puder, passa p/ conhecer o meu também?
    Beijo!

    minhassingularidades.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  8. Eu gostava de ter um mas tenho que poupar para comprar! Eu sou daquelas pessoas que prefere ler em livros mas isso é tão prático.:)

    ResponderEliminar
  9. Sinceramente nunca tinha ouvido falar desses meninos. Está-se sempre a aprender :p

    ResponderEliminar
  10. Pois parece :) Mas eu cá gosto muito de papel :P

    http://coucoucaroline.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. Ando há imenso tempo para comprar um mas por enquanto vou desenrascando com um livro normal ou com o iPad (que não é a mesma coisa). Qualquer dia encomendo! :)

    ResponderEliminar
  12. Já tinha visto um vídeo de uma rapariga que falou de um e fiquei curiosa. Acho mesmo que vou comprar um para mim, visto que sou uma viciada em livros! :)

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2017