BOOK REVIEW | The Selection

03 outubro 2013





ISBN:  9780062059932
TÍTULO: The Selection
AUTOR: Kiera Cass
EDITORA: HarperTeen
ANO: 2012
PÁGINAS: 327
LIVRO ÚNICO OU SÉRIE/TRILOGIA: Trilogia (Livro 1 de 3)
FORMATO DO LIVRO: Kindle






America Singer é uma Cinco. Dentro de uma sociedade com oito castas, ela é uma artista. Ela e a sua mãe cantam e tocam instrumentos em festas - normalmente as de classes mais elevadas - e não ganham muito, mas juntando com o salário do pai, da irmã e da mãe têm o suficiente para sustentar a família de cinco membros (o irmão mais novo ainda não descobriu o seu talento).
Nunca passaram fome, mas viveram sempre no limite.

Quando America recebe uma carta da realeza - a carta da Selecção - surge a oportunidade de conseguir mais dinheiro. O príncipe de Illéa precisa de uma esposa. Trinta e cinco raparigas - uma de cada província - serão escolhidas para se encontrarem com o príncipe. E quem for Seleccionada terá benefícios vitalícios.

A Selecção consiste numa espécie de reality show que irá procurar entre trinta e cinco jovens mulheres a futura noiva do príncipe Maxon (uma espécie de The Bachelor), elas são enviadas para morarem no palácio e obedecerem a uma rígida rotina para aprenderem a se portarem como princesas, e assim conquistar o coração do príncipe e dos súditos.

Engane-se quem pensa que The Selection é mais um livro cliché, sobre um príncipe que se casa com uma plebeia e os dois vivem felizes para sempre. O livro tem várias emoções, e quando o pegam para ler ele prende-nos logo nas primeiras páginas. 
Eu por exemplo li The Selection em menos de 24 horas. O triângulo amoroso entre America, Maxon e Aspen é bastante interessante. A protagonista America, de tão indecisa, em alguns momentos deu-me uma certa raiva e, todas as suas ações geram consequências.


O livro é uma distopia, mas não temos uma explicação sobre o que aconteceu, até tem uma coisinha ou outra, mas nada que esclareça suficientemente as dúvidas. Das distopias que li, essa não é a mais cruel, mas é injusta como todas as outras: o caso é o seguinte, as castas convivem umas com as outras normalmente, porém, mesmo que seja possível, é altamente desaconselhável se casar com pessoas de castas inferiores.

Durante a acção da história ocorrem invasões rebeldes ao castelo real, que colocam em choque muitas das participantes e que mostra o lado do príncipe que precisa de manter a calma para passar a esperança e tranquilidade para as candidatas nos momentos mais difíceis enquanto eles estão abrigados à espera que o perigo passe.

Eu gostei muito da leitura do livro e recomendo. A história é entrelaçada e não deixa nenhum fio solto pelo caminho, e eu devorei o livro rapidamente.
Durante o livro cada personagem vai amadurecendo, as invasões fazem algumas candidatas desistirem, e ao final sobram apenas seis raparigas. O que acontecerá no próximo capítulo?


Classificação infinito mais um: 4/5




Até jazz,





 
Podem encontrar-me também aqui:

5 comentários

  1. Já li muitas opiniões sobre este livro mas de bloggers brasileiras e pelo que tenho lido, este é um livro realmente bom.
    Sabes se já foi traduzido para português? Sei que para brasileiro já foi, mas como somos sempre um bocadinho mais atrasados nesse aspecto, nem sei.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Já ouvi falar desse filme numa página do facebook (Série Sagas ou algo assim, não me lembro muito bem), mas não fiquei muito interessada\não percebi bem. Então isso é basicamente sobre uma competição...?

    ResponderEliminar
  3. Já ouvi falar desse livro e ele cativou-me pela capa! :)

    ResponderEliminar
  4. Uma espécie de Hunger Games romântico? É capaz de ser interessante...
    Sorrisos,
    Alexandra :)

    Blog | Facebook | Youtube

    ResponderEliminar
  5. Já li os 4 que existem (excepto contos) e devoro todos em meia dúzia de horas! Adorooo :)

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2017