BOOK REVIEW | Dash & Lily's Book of Dares

01 outubro 2013





ISBN: 9781472000613
TÍTULO: Dash & Lily's Book of Dares
AUTOR: Rachel Cohn e David Levithan
EDITORA: Harlequin (UK)
ANO: 2012
PÁGINAS: 304
LIVRO ÚNICO OU SÉRIE/TRILOGIA: Livro único
FORMATO DO LIVRO: Kindle





Ainda bem que este livro não acabou por se transformar num livro-piroso-estilo-filme-de-Natal. Fiquei preocupada que a altura do ano onde a acção se desenvolve o iria tornar foleiro ou piroso, no entanto nada disso aconteceu.
Claro que tem os seus momentos fofinhos mas nada de muito exagerado nem muito cheio de referências natalícias cliché.

A história passa-se num espaço de dez dias, entre o dia 21 de Dezembro e o dia 1 de Janeiro. O livro desenrola-se todo no clima natalício e das festas em Nova Iorque.

Tudo começa na famosa livraria Strand Bookstore, quando Dash encontra um moleskine vermelho entre os livros e abre-o, deparando-se assim com a frase:
“Eu deixei algumas pistas para ti. Se as quiseres, vira a página. Se não, coloca o caderno de volta na estante, por favor”



O dito moleskine possui vários enigmas, escritos por uma rapariga chamada Lily. Depois de Dash os resolver volta a colocar o caderninho no sítio para Lily. Sem se conhecerem pessoalmente, os dois vão trocando o caderno de lugar e dividem desafios e sentimentos.

Devo dizer que eu adorei, completamente, o enredo. É novo e fresco e completamente encantador. Adorei o facto do Dash e da Lily trocarem os seus pensamentos e sentimentos mais profundos através de um simples caderno - e também achei romântico sem roçar o limiar da pirosice.
No entanto fiquei um bocadinho desapontada com a falta de faísca que senti quando eles se conheceram finalmente em pessoa.

A história é contada em primeira pessoa, mas com narradores alternados: um capítulo é narrado por Dash e outro por Lily, e assim sucessivamente. Deste modo, conseguimos saber mais sobre os sentimentos de cada personagem. O Dash é um personagem fascinante. Ele tem dezasseis anos, olhos super azuis, é alucinado por livros e muito irónico. Tem uma maturidade já bem desenvolvida por causa das dificuldades que já passou com a família. Já Lily, de dezasseis anos também, é mais infantil - e isto irritou-me um bocadinho - mas também se transforma numa personagem porreira e fartei-me de rir com ela.

A verdade é que Dash & Lily's Book of Dares reúne elementos imbatíveis para qualquer coraçãozinho apaixonado (mesmo que essa paixão seja apenas voltada para bons livros): Natal + neve + romance + biscoitos caseiros. Há como errar?
Aliado a isso temos uma escrita divertidíssima. Acho que Cohn e Levitahn lidaram com cada perspectiva de forma perfeita. Cohn escreveu as partes da Lily enquanto Levitahn escreveu as partes do Dash. E eu adorei ambos os pontos de vista igualmente. Cada um tinha características que os distinguiam e enquanto li esqueci-me que este tinha sido um livro co-escrito visto que as palavras e os parágrafos se juntaram de forma harmoniosa. 

Eu adorei o livro e fiquei a imaginar se conseguiria participar num desafio deste tipo.

Classificação infinito mais um: 4/5


Até jazz,





 
Podem encontrar-me também aqui:

5 comentários

  1. Odeio personagens infantis, especialmente quando já são mais crescidinhas... x) Tipo num dos meus livros favoritos, um rapaz tem 11 anos mas tem grande maturidade, enquanto uma rapariga de 18 é pior que o meu primo de 8 anos xD

    ResponderEliminar
  2. Fiquei com imensa vontade de ler esse livro! :)

    ResponderEliminar
  3. o livro parece fantástico!

    xoxo,
    andy

    ResponderEliminar
  4. Adorei a opinião..
    Tenho muita curiosidade em ler este livro.. Como dizes tem tudo para ser perfeito: natal, neve, romance..
    Ficou com muito mais vontade de o ler..
    Beijinhos

    diariodachris.wordpress.com

    ResponderEliminar
  5. Nunca li nada co-escrito mas confesso que já o considero fabuloso. Deve ser preciso muita originalidade para escrever livremente mesmo com amarras, e de uma forma genial. ^^
    Sorrisos,
    Alexandra :)

    Blog | Facebook | Youtube

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2017