PERSONAL | Kept Memories

19 abril 2013

Ainda tenho todas as fotografias que ele me mandou numa pasta do meu telemóvel e muitas outras nossas e dele espalhadas pelo meu computador, pelo e-mail, na carteira e em caixas aqui e ali. Sempre que vejo uma delas recordo-me de um lugar, um momento e até uma conversa.
Não as vou apagar, pelo menos por agora. Ou talvez nunca o faça. Sinto que se o fizer estarei a eliminar memórias e há algumas que mesmo que no futuro próximo nos provoquem alguma dor não irei querer esquecer nunca.

Tenho medo.
Medo de um dia destes me vir a esquecer no tom característico dos seus olhos azuis, com um rasgo amarelinho e rodeados de azul profundo, olhos esses que aprendi a ler.
Tenho medo de me esquecer do seu timbre de voz e do seu sorriso que se abria sempre que me via. Tenho medo de me esquecer da maneira como ele mexia as mãos de maneira inconsciente e piscava os olhos quando estava nervoso.
Tenho medo de me esquecer da sua cara, bonita como há poucas. E de esquecer todos os pequenos detalhes, gostos e manias.

E por ter medo, tantos medos, eu vou-me agarrar às fotografias e às memórias.
Nessas memórias fui feliz.
Vou-me agarrar. Pelo menos por agora.
Pelo menos por mais um pouco.
Eu ainda não estou pronta para largar, desligar e deixar ir.

Isto do desapego tem as suas dificuldades.


8 comentários

  1. oh :( tenho pena! Mas força, aproveita a vida :) agora vindo o bom tempo dá para saíres e espalheceres :D força!!!!

    ResponderEliminar
  2. Sê forte princesa! É bom sinal que tenhas essas memórias e é normal que as queiras manter :)
    Beijiinhos, Catarina

    catasustodio.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Este texto fez-me pensar em tanta coisa que eu costumo evitar pensar...

    ResponderEliminar
  4. Seja forte minha linda!

    http://divasuper-vaidosa.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  5. Que texto lindo... Força, Aninha!
    Beijinho*

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2017