PERSONAL | Friendly Reminder

09 setembro 2012

Não preciso de ter constantemente as pessoas a me lembrarem daquilo que não alcancei e não atingi. Para isso já me basta ter a consciência que está meio mundo quinhentos passos à frente - exactamente onde eu deveria estar.

Não preciso que falem comigo de forma condescendente nem que me olhem com aqueles olhos vazios e impávidos que leêm que "a esperança para esta está perdida" e que me deêm longos discursos sobre as minhas opções futuras ou que deveria mudar os meus sonhos e objectivos.

Não preciso de uma palmadinha nas costas em sinal de conforto. E muito menos ser comparada com x ou y que conseguiram isto e aquilo quando tinham a minha idade. Não sou ninguém para além de mim mesma. Não preciso que mostrem o desagrado e a desilusão latente em todas as respostas carregadas de veneno dissimulado que tenta passar despercebido, porque de momento não há ninguém que está mais desiludida comigo do que eu própria.

Também não preciso de falsos moralismos.

Preciso sim é de um abraço, um bem forte. E de palavras de conforto - sinceras - que me aqueçam por dentro e me digam que tudo se vai compôr. Que as coisas para o ano vão correr como eu quero. E sobretudo vindo de alguém que acredite piamente nisso.

Até jazz,

7 comentários

  1. Foi por causa da candidatura à faculdade querida?
    Oh, se foi isso tens mais oportunidades! Não desistas dos teus sonhos nem objectivos e nem sequer os alteres porque vais lá chegar, eu sei que vais! :)
    E depois compras uma American Girl toda gira :b

    ResponderEliminar
  2. Eu acredito, mas tu tambem tens que acreditar.
    Os abraços? Dou-te todos os que quiseres ;)

    ResponderEliminar
  3. Nada de desanimar e muito menos te deixares afectar pelo que os outros dizem ou pensam. O importante és tu! E quando não conseguimos à primeira, conseguimos à segunda, terceira, quarta, quinta... e por aí fora! Se for algo que realmente queres e que é importante para ti, muito sinceramente, até podes ser uma velhota caquetica, mas luta e continua a lutar por aquilo que queres. Um dia ainda hás de dizer bem alto para todos "Eu consegui" e eu sei que vais conseguir mais cedo ou mais tarde. Um grande beijinho e anima-te querida! A vida é dois dias, aproveita as coisas boas e contradiz as coisas más! ;)

    ResponderEliminar
  4. Foi por causa da candidatura? Eu também não entrei à primeira, mas não desiste. Não quis entrar para um curso que não gostava, preferi lutar por aquilo que goste. Confesso que não entrei no ano seguinte na minha primeira opção, mas estou muito feliz onde estou. E acho que até me identifico mais! por isso força, não desanimes e para o ano há mais!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Sabes uma coisa? Eu demorei 7 anos no secundário. Não chumbei, mas cheguei ao 12º ano e não conseguia acabar matemática e fisico-quimica. Tinha já tudo despachado e tentei mais um ano acabar ambas. Não consegui. Decidi que era altura de tomar uma decisão que já devia ter tomado há muito tempo. Mudei de curso. Entrei numa turma de 10º anos com pessoas bem mais novas que eu. Toda a gente olhava para mim com aquele ar de pena, porque ah e tal, ainda não conseguiu despachar isto e se calhar o melhor era desistir. Hoje tenho o 12º terminado, não o fiz com uma média brilhante porque nunca estive para aí virada, mas fiz com que toda a gente se calasse, especialmente quando tirava melhores notas que alguns, sem gastar metade do tempo que eles gastavam. Hoje estou prestes a começar a minha licenciatura. Com 4 anos de atraso? Sim, mas o que importa é que consegui.
    Isto tudo para te dizer que não importa o que os outros pensam, não importa quanto tempo levas para conseguir, o que importa é nunca desistir dos nossos sonhos. Força querida, tu vais conseguir aquilo que queres e provar aos outros que deviam começar a ter pena deles próprios e não de ti :)

    ResponderEliminar
  6. O destino não se traça num caminho certo. Coragem e força interior e todos os teus sonhos serão cumpridos, leve o tempo que levar. E quando chegar a hora de colher os frutos do teu trabalho verás que serão bem doces. A vida não pára porque não conseguimos algo no momento que perspectivamos...torna cada momento importante, sem arrependimentos.

    Um beijinho grande com muita força

    Cláudia Jardim

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2017