Caras de Abril na Avenida da Liberdade

Pela primeira vez na minha vida vivi o 25 de Abril no sítio onde ele, efectivamente aconteceu. Foi uma experiência... interessante. Ver aquela massa de gente, numa desorganização organizada, a fazerem o melhor que conseguiam para exprimir os seus ideais e o porquê deste feriado ser tão importante para eles. Isso e ser - basicamente - assaltada por uma velhinha que colou um autocolante no meu peito (e um no peito do Mário) sem nos perguntar se queríamos ou não para depois nos exigir dois euros. Por dois autocolantes. Que não pedimos. Foi um momento irónico no dia que se estava a celebrar.

5 Livros da Minha Vida

Se há coisa que eu gosto de fazer desde que me lembro é ler. E isso deve muito aos meus pais que, desde muito cedo, me deram livros para as mãos e disseram que ia ser o dinheiro mais bem gasto da minha vida. Ainda hoje, com vinte e três, acredito nisso e é muito comum encontrarem-me em qualquer lado com um livro enfiado debaixo do nariz.

O que fazer quando não sabemos o que queremos fazer?

Quando era mais nova queria ser médica pediatra. Talvez porque o meu médico era do caraças e respondia todas as minhas perguntas sem paninhos quentes, como se tivesse muito mais idade do que dez anos. Gostava disso. Gostava dele e fiquei triste quando deixei de ter idade para frequentar um médico de crianças.

A a Z da Fotografia

A fotografia pode ser uma coisa assustadora com as suas máquinas com muitos botões e termos complicados. Eu sei como é, já ai estive. E quando andava em processo de descoberta gostava que alguém me tivesse dado um dicionário de bolso com as coisas mais importantes. E é aqui que eu entro, nada temam.

Este não é de bolso. Mas é um pequeno guia fotográfico de A a Z, que espero que vos dê muito jeito!

13 Reasons Why e Motivos Para A Vermos

Já vos tinha dito numa publicação anterior que o 13 Reasons Why era uma das séries que queria ver na Netflix. Estreou dia 31 de Março e, tendo treze episódios, e eu indo no décimo primeiro... não a estou a ver à velocidade que quero porque não tenho mais tempo disponível.

Já tinha lido o livro no ido ano de dois mil e catorze e não foi um que me tenha impressionado muito - podem (re)ler a minha opinião sobre ele -, mas a série está absolutamente extraordinária. Todas as falhas que eu achei que o livro tinham estão a ser colmatadas - de forma brilhante - pela série. E esta é uma das razões pela qual têm de começar a vê-la agora. Mas não é só esta.

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2017