Califórnia

PICTURES BY MY LOVELY SIS
Eu sou o género de pessoa que gosta de camisas, mas não das tradicionais. Gosto de camisas com padrão. E quanto menos convencional melhor. Daí que, quando vi esta menina na Stradivarius, soube que a tinha de trazer.

Tenho camisas às pintas, às riscas, com diversos padrões diferentes. Mas cactos? Cactos não tinha.

Quem vê estas fotografias hoje - e que conhece as de outfits passados - deve reconhecer quem as tirou. Pois é! A sis decidiu vir das terras de Sua Majestade fazer uma visita a quem deixou cá ficar. E como ela não vai ficar cá assim tanto tempo como eu gostaria...tenho de aproveitar!

Guardei este outfit em especial para o dia em que ela voltasse. Porque sabia que ela o ia fotografar da maneira ideal.

To The Moon And Back

Escrever sobre amor é um exercício complicado porque nunca sabemos como contar as coisas sem que tudo pareça uma comédia romântica daquelas que toda a gente vê mas ninguém admite e de forma a não estar carregadinha de clichés.

It Ends With Us

imagem via

ISBN: 9781501110368
TÍTULO: It Ends With Us
AUTOR: Colleen Hoover
EDITORA: Atria Books
EDIÇÃO/REIMPRESSÃO: 2016
PÁGINAS: 384
LIVRO ÚNICO OU SÉRIE/TRILOGIA: Standalone
FORMATO DO LIVRO: Kindle
“All humans make mistakes. What determines a person's character aren't the mistakes we make. It's how we take those mistakes and turn them into lessons rather than excuses.” 
― Colleen Hoover, It Ends with Us

Dores de Crescimento

Os especialistas dizer que as dores de crescimento ocorrem em crianças em idade pediátrica (normalmente até aos treze anos) mas a isso só tenho a dizer uma coisa: tretas.

As verdadeiras dores de crescimento ocorrem depois, quando o Mundo começa a tornar-se um sítio confuso e em que as nossas decisões deixam de se basear com qual das Barbies vamos brincar hoje e passam a envolver carreiras. Crescer não é fácil e ser adulto é um bocadinho chato. Óbvio que todas as fases da nossa vida têm coisas boas e coisas más...mas dores de crescimento a sério não têm só a ver com dores ósseas ou musculares e a nossa preocupação em saber se vamos crescer mais um bocadinho ou se estamos a sofrer por nada.

Cara Lavada

Chega a esta altura do ano e torna-se quase inevitável o eu começar a pensar em mudar o design e a estética do blog. Não sei que raio de interruptor se liga - ou desliga - em mim mas basta o calendário ameaçar aproximar-se de Setembro que fico sedenta de mudanças por aqui.

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2016